Bolsa Família: veja como evitar o bloqueio do pagamento

O programa Bolsa Família passou por uma série de mudanças em 2023, incluindo regras de aceitação e manutenção do benefício, além de alterações nos valores e outros fatores importantes. Com isso, é essencial que os beneficiários estejam atentos para evitar o bloqueio do pagamento.

O que significa “Bolsa Família pagamento bloqueado crédito em conta”?

Ao acessar o aplicativo do Bolsa Família ou do Caixa Tem para verificar seu benefício, pode surgir a mensagem “Bolsa Família pagamento bloqueado crédito em conta”. Essa mensagem indica que o depósito já foi realizado, mas o saque só será liberado de acordo com o calendário do Bolsa Família, de acordo com o final do Número de Identificação Social (NIS).

Por que o Bolsa Família pode ser bloqueado?

O Bolsa Família é um benefício temporário, que é concedido enquanto a família estiver em situação de vulnerabilidade, ou seja, em condição de baixa renda. O benefício pode ser bloqueado por motivos como renda familiar acima do limite estabelecido, falta de atualização cadastral no CadÚnico, irregularidades no cadastro e descumprimento das regras de manutenção do benefício.

Os principais motivos que levam ao bloqueio do Bolsa Família incluem falta de atualização da caderneta de vacinação, frequência escolar insuficiente de crianças e adolescentes, falta de acompanhamento pré-natal de gestantes e falta de acompanhamento nutricional de crianças até 7 anos.

Como consultar Bolsa Família bloqueado?

Os beneficiários são informados sobre o bloqueio do Bolsa Família através do aplicativo Caixa Tem e do próprio Bolsa Família. Ao acessar o extrato de pagamento pelos aplicativos, a parcela seguinte aparecerá como “bloqueada”. Também é possível receber mensagens de texto informando a necessidade de regularização no setor do Cadastro Único.

O que fazer em caso de bloqueio do Bolsa Família?

Caso o Bolsa Família seja bloqueado, a orientação é procurar uma unidade do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) na cidade para entender o motivo do bloqueio e como proceder para regularizar a situação. Levar a documentação exigida para o registro inicial no CadÚnico também pode agilizar o processo.

Bolsa Família bloqueado unipessoal: como desbloquear?

Quem teve o Bolsa Família bloqueado e mora sozinho pode ter a situação regularizada após comprovar a veracidade das informações. Após a atualização do cadastro, o prazo para análise e retorno é de até 90 dias. Se a situação for favorável, o beneficiário volta a receber o benefício e ainda recebe as parcelas atrasadas. No entanto, se a situação for desfavorável, o benefício é cancelado permanentemente.

Como evitar o bloqueio do Bolsa Família?

Para evitar o bloqueio do benefício, é essencial manter o CadÚnico sempre atualizado. Qualquer mudança na composição familiar, renda, endereço, entre outros detalhes, deve ser informada. Além disso, é importante seguir todos os critérios de manutenção, como acompanhamento pré-natal para grávidas, caderneta de vacinação em dia, acompanhamento nutricional de crianças até 7 anos e frequência escolar para crianças e jovens.

Mantendo os dados atualizados e cumprindo as condições estabelecidas, é possível evitar o bloqueio do Bolsa Família. Para mais informações, os beneficiários podem utilizar os números 111 e 121 para obter suporte.