Nova proposta de Wellington Dias para capacitar inscritos em programas sociais

Reprodução/Jovem Pan Newswellington-dias-fiesp-ministro-desenvolvimento-reproducao-jovem-pan-news
Ministro Wellington Dias foi à Fiesp nesta segunda-feira, 20

Nesta segunda-feira, 20, o ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Wellington Dias, apresentou uma proposta inovadora. Ele esteve em São Paulo, na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e convidou o setor industrial paulista a ajudar o Governo Federal a diminuir o número de pessoas no Cadastro Único (CadÚnico).

A proposta consiste em capacitar profissionalmente as pessoas inscritas em programas sociais, com o objetivo de reintegrá-las ao mercado de trabalho. Wellington Dias propõe que as empresas ofereçam treinamentos para qualificar esses indivíduos, visando a posterior contratação dos mais capacitados. O ministro ressaltou que a iniciativa é voluntária e visa especialmente os que dependem do Bolsa Família e estão na extrema pobreza.

Ele também mencionou que pretende haver uma negociação entre o governo e o setor privado, contemplando possíveis contrapartidas para as empresas que desejarem capacitar trabalhadores. Além disso, a proposta inclui a estruturação de um fundo garantidor para direcionar crédito a taxas e prazos adequados para estas contratações.

De acordo com dados do ministro, no mês de fevereiro, 94 milhões de brasileiros estavam cadastrados no CadÚnico, sendo 27 milhões aptos a trabalhar e empreender. A meta inicial é retirar 1 milhão de pessoas do CadÚnico no primeiro ano, com 200 mil em São Paulo.

*Com informações do repórter João Vitor Rocha