Programa Bolsa Família atinge recorde de beneficiários em 2023

O Governo Federal relançou o programa Bolsa Família no ano de 2023, visando atender a população brasileira que vive em situação de vulnerabilidade social e econômica. O benefício social atingiu um importante recorde, beneficiando mais de 21,3 milhões de famílias em todo o país, representando o maior número de beneficiários em toda a existência do programa social.

Comparado com o ano de 2022, período em que esteve em vigor o Auxílio Brasil, houve um aumento de 10% no total de beneficiários. Para realizar os pagamentos mensais, o Governo Federal investiu cerca de R$ 14,1 bilhões por mês, garantindo o pagamento mínimo de R$ 600 para todos os beneficiários.

Além disso, a média recebida pelas famílias atendidas pelo programa superou o valor médio, chegando a receber R$ 721 em alguns meses. Isso foi possível devido aos benefícios complementares disponibilizados de acordo com a necessidade das famílias atendidas.

Confira alguns dos benefícios extras pagos pelo Bolsa Família:

– Benefício Variável Familiar Nutriz: Aumenta em R$ 50 o pagamento por cada membro da família com até seis meses de idade;
– Benefício de Renda de Cidadania: Paga um adicional de R$ 142 por pessoa da família;
– Benefício Complementar: Garante que o valor mínimo do Bolsa Família seja de R$ 600;
– Benefício Primeira Infância: Adiciona R$ 150 por criança de até sete anos que faça parte da família;
– Vale Gás: Realiza o pagamento do valor médio nacional de um botijão de gás de 13 kgs, de forma bimestral.

Para ter acesso a esses benefícios, além de cumprir as exigências do programa, é preciso manter o CadÚnico atualizado.

O programa Bolsa Família continua sendo uma importante ferramenta de apoio para as famílias em situação de vulnerabilidade no Brasil. Para mais informações sobre os pagamentos do programa Bolsa Família, acesse este link.