O economista Fábio Piperno defende priorização do Bolsa Família e salário mínimo pelo governo

Em uma entrevista recente, o economista Fábio Piperno defendeu que o governo deve priorizar o aumento do Bolsa Família e do salário mínimo, afirmando que há recursos disponíveis para isso.

Segundo Piperno, o governo pode realocar verbas de outros setores para garantir um reajuste adequado no programa social e no salário mínimo, garantindo assim uma maior proteção social para os mais necessitados.

Mais investimentos em programas sociais

O economista ressaltou a importância de investir em programas sociais, especialmente em um momento de crise econômica e aumento da desigualdade social. Ele afirmou que o Bolsa Família é fundamental para garantir a segurança alimentar e o sustento de milhões de famílias brasileiras.

Piperno também destacou a importância de garantir um reajuste justo no salário mínimo, permitindo que os trabalhadores tenham um poder de compra condizente com as necessidades básicas.

Recursos disponíveis

Para o economista, o governo tem condições de promover esses reajustes sem comprometer o equilíbrio fiscal, podendo realocar verbas de outros setores e até mesmo revisar benefícios fiscais e subsídios que não têm impacto significativo na economia.

Ele enfatizou que é uma questão de prioridades e que o governo possui fontes de recursos para garantir um maior investimento social.

No momento, é crucial que o foco esteja na proteção dos mais vulneráveis e na promoção de uma maior justiça social, e isso passa por priorizar o Bolsa Família e o salário mínimo.

Fonte: Valor Econômico