Consulta ao CPF de inscritos no Cadastro Único para prevenção de bloqueio do Bolsa Família intensifica

O Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) alertou que qualquer erro ou pendência no CPF causará o bloqueio do Bolsa Família a partir de janeiro do próximo ano. Assim, a consulta ao CPF é essencial.

O bloqueio do Bolsa Família será aplicado a cidadãos com CPF irregular no Cadastro Único. Enquanto a correção não for feita na Receita Federal, o pagamento deste benefício e até mesmo de outros, fica suspenso.

A Pasta listou os seguintes erros que podem causar o bloqueio do Bolsa Família:
– CPF suspenso, cancelado ou com divergência de titularidade na Receita Federal;
– CPF com inconsistência de dados no CadÚnico.

O governo federal irá notificar o público por meio do App do Bolsa Família e do Caixa Tem. Porém, por precaução, todos podem fazer a consulta ao CPF de forma online.

A consulta ao CPF ocorre no site da Receita Federal, onde é possível verificar a situação atual do documento e se existem erros. Para acessar o site da Receita Federal e realizar a consulta, siga os seguintes passos:
1. Acesse o site da Receita Federal;
2. Clique em “Meu CPF” e depois em “Consultar CPF”;
3. Insira o número do documento e a data de nascimento do titular;
4. Clique em “Consultar” para gerar o comprovante da situação cadastral do CPF.

Se houver irregularidades, a correção deverá ser feita na Receita Federal. Caso o erro seja no Cadastro Único, a atualização deverá ser realizada presencialmente no CRAS (Centro de Referência e Assistência Social).