Investimento em Educação Aumenta durante Crise Econômica

Durante períodos de crise econômica, é comum observar um aumento do investimento em educação. Esse fenômeno vem se confirmando durante a pandemia do coronavírus, onde muitas pessoas têm buscado aprimorar suas habilidades e conhecimentos por meio de cursos online.

Plataformas de ensino como a Udemy e a Hotmart têm registrado um crescimento significativo no número de inscrições para cursos. A Udemy, por exemplo, viu as inscrições aumentarem em 95%, enquanto a Hotmart registrou um crescimento de 70%. Além disso, a Catho Educação também teve um crescimento de 68% nas matrículas.

Esse aumento no interesse pela educação durante períodos de crise está diretamente relacionado à busca por novas oportunidades no mercado de trabalho. Em momentos de desemprego ou redução salarial, as pessoas se sentem motivadas a rever suas carreiras e adquirir novas habilidades que possam garantir um emprego melhor ou até mesmo iniciar um novo negócio.

Para aqueles interessados em cursos presenciais, semi presenciais ou online, o Senai disponibiliza mais de 54.940 vagas em diversas áreas, como tecnologia, automação, eletrônica, construção civil, gestão e logística. Os cursos vão desde especializações e aperfeiçoamentos até MBAs. Os valores variam de acordo com o curso, indo de R$ 10 a R$ 15 mil.

Além dos cursos pagos, também estão disponíveis opções gratuitas. As opções presenciais e semi presenciais devem ser verificadas diretamente com o Senai do Estado, enquanto os cursos online não possuem limite de vagas e podem ser acessados através do portal Mundo Senai.

Confira abaixo as opções de cursos em cada estado:

Acre – Cursos: 2; Vagas: 1 mil.
Alagoas – Sem cursos disponíveis.
Amapá – Cursos: 7; Vagas: 200.
Amazonas – Sem cursos disponíveis.
Bahia – Cursos: 383; Vagas: 9,1 mil.
Ceará – Cursos: 84; Vagas: 1.060.
Distrito Federal – Cursos: 7; Vagas: 275.
Espírito Santo – Cursos: 7; Vagas: 160.
Goiás – Cursos: 163; Vagas: 4.133.
Maranhão – Cursos: 153; Vagas: 3.285.
Mato Grosso – Cursos: 8; Vagas: 255.
Mato Grosso do Sul – Sem cursos disponíveis.
Minas Gerais – Cursos: 9; Vagas: 430.
Pará – Cursos: 1; Vagas: 1.100.
Paraíba – Cursos: 17; Vagas: 1.780.
Paraná – Cursos: 5; Vagas: 720.
Pernambuco – Cursos: 5; Vagas: 110.
Piauí – Cursos: 2; Vagas: 50.
Rio de Janeiro – Cursos: 42; Vagas: 1.035.
Rio Grande do Norte – Cursos: 131; Vagas: 5.225.
Rio Grande do Sul – Cursos: 67; Vagas: 4.872.
Rondônia – Cursos: 31; Vagas: 1.270.
Roraima – Cursos: 1; Vagas: 15.
Santa Catarina – Cursos: 461; Vagas: 10.211.
São Paulo – Cursos: 627; Vagas: 5.727.
Sergipe – Cursos: 9; Vagas: 252.
Tocantins – Cursos: 63; Vagas: 2.675.

Essas são apenas algumas das opções disponíveis em todo o país. A busca por educação e o desenvolvimento de novas habilidades continuam sendo uma aposta segura durante os momentos de crise econômica. Portanto, é essencial aproveitar as oportunidades oferecidas pelos cursos e plataformas de ensino para se preparar para os desafios do mercado de trabalho.