Caixa Econômica Federal inicia pagamento do Bolsa Família com adicional para mães de bebês

José Cruz/Agência Brasil Detalhe do novo cartão do Bolsa Família, durante Cerimônia de lançamento do Novo Bolsa Família Brasília (DF) – 02-03-2023 Detalhe do novo cartão do Bolsa Familia, durante Cerimônia de lançamento do Novo Bolsa Família

A Caixa Econômica Federal está realizando o pagamento da parcela de outubro do novo Bolsa Família. Os beneficiários com Número de Inscrição Social (NIS) de final 1 serão contemplados com o pagamento a partir desta quarta-feira, 18.

Benefício Variável Familiar Nutriz

Neste mês, está sendo implementado um adicional para mães de bebês de até seis meses de idade, chamado de Benefício Variável Familiar Nutriz. Essa iniciativa corresponde a seis parcelas de R$ 50, com o objetivo de garantir a alimentação adequada das crianças. Com a implementação desse novo acréscimo, 287 mil mães receberão um total de R$ 14 milhões neste mês, e o Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome informa que a implementação está concluída.

Benefícios adicionais

O Bolsa Família também oferece um acréscimo de R$ 50 para famílias com gestantes e filhos de 7 a 18 anos, e um adicional de R$ 150 para famílias com crianças de até 6 anos. Com esses acréscimos, o valor médio do benefício sobe para R$ 688,97, sendo que o valor mínimo corresponde a R$ 600. Neste mês, o programa de transferência de renda do governo federal alcançará 21,45 milhões de famílias, com um gasto total de R$ 14,67 bilhões.

Atualizações no programa

Desde julho, os dados do Bolsa Família estão integrados ao Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS). A partir do cruzamento de informações, 297,4 mil famílias foram canceladas do programa por terem renda acima das regras estabelecidas. Por outro lado, outras 241,7 mil famílias foram incluídas no programa em outubro. Desde março, 2,39 milhões de famílias passaram a fazer parte do Bolsa Família. Além disso, as famílias com parcelas desbloqueadas não precisam mais ir a uma agência para sacar os valores acumulados. Os valores são creditados automaticamente na conta bancária dos beneficiários.

Para mais detalhes, acesse o site oficial da Caixa Econômica Federal.