Presidente Bolsonaro promete manter Auxílio Brasil em R$ 600 mensais em 2023
Com o início da campanha eleitoral, os candidatos à Presidência do Brasil estão apresentando suas principais promessas aos eleitores. O presidente Jair Bolsonaro está prometendo manter o Auxílio Brasil, programa de transferência de renda, com um pagamento mínimo de R$ 600 por mês em 2023, caso seja reeleito. Ele destaca que o Auxílio Brasil substitui o antigo Bolsa Família e que cada família passou a receber um valor maior do que antes.

Por outro lado, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, candidato pelo PT, está falando em retornar com o Bolsa Família, com pagamentos extras. Sua campanha promete turbinar o antigo programa, com um valor atualizado de R$ 600 mensais e um pagamento adicional de R$ 150 por filho da família. Além disso, Lula também menciona o programa “Desenrola o Brasil” para ajudar os brasileiros a limparem o nome no SPC e Serasa.

Outros candidatos, como Ciro Gomes (PDT) e Simone Tebet (MDB), também citam programas sociais em suas promessas de campanha. Ciro Gomes promete criar uma renda mínima de cidadania, com valor mínimo de R$ 1 mil, enquanto Simone Tebet fala em erradicação da pobreza e a manutenção do auxílio como focos principais de seu governo.

É possível visualizar a matéria original no link a seguir: https://jovempan.com.br/noticias/politica/eleicoes-2022/bolsonaro-e-lula-travam-duelo-sobre-valor-duracao-e-origem-do-auxilio-brasil-no-horario-eleitoral.html(https://www.jovempan.com.br/noticias/brasil/eleicoes-2022-bolsonaro-promete-manter-auxilio-brasil-em-r-600-mensais-em-2023-petista-fala-em-retorno-do-bolsa-familia-com-pagamentos-adicionais.html)

![Lula e Bolsonaro](https://jpimg.com.br/uploads/2022/08/1000×600-1-1-750×450.png)
Crédito da imagem: FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO