Ministro do Desenvolvimento Social confirma medida para beneficiários do Bolsa Família

O ministro do Desenvolvimento Social, Wellington Dias, confirmou nesta segunda-feira, 20, a medida que visa beneficiar os beneficiários afetados pelo fenômeno da natureza. Ao todo, seis cidades decretaram calamidade pública em decorrência das fortes chuvas que atingiram o litoral paulista.

Governo Federal/Flickr/Divulgaçãobolsa-familia
Atingidos pelas fortes chuvas poderão realizar o saque do Bolsa Família no dia 20 de março

Unificação do pagamento do Bolsa Família

O Ministério do Desenvolvimento Social anunciou que o pagamento do Bolsa Família referente ao mês de março será unificado para beneficiar as famílias atingidas pelas chuvas. A partir desta medida, o pagamento será efetuado no dia 20 para todas as famílias residentes nos municípios atingidos que decretaram estado de emergência e calamidade pública, facilitando o acesso ao benefício.

De acordo com Wellington Dias, chefe da pasta, houve um acordo para viabilizar transporte aéreo de alimentos, colchões, lençóis, fraldas e água potável para as áreas afetadas. Os suprimentos foram adquiridos em parceria entre o MDS e a Central Única das Favelas (Cufa), e uma aeronave sairá de São Paulo para São Sebastião para realizar a entrega desses materiais.

Assistência aos desabrigados

Além da unificação do pagamento do Bolsa Família, o poder Executivo fará um repasse mensal, por solicitação do município, de R$ 20 mil a cada grupo de 50 pessoas desalojadas ou desabrigadas que necessitem de alojamentos provisórios. A Defesa Civil Nacional informou que diversos municípios se encontram em situação de emergência e calamidade pública, destacando as seguintes ocorrências:

  • Ubatuba: 30 pessoas desalojadas e 10 desabrigadas
  • Caraguatatuba: 37 pessoas desabrigadas
  • São Sebastião: 62 casas atingidas, 248 pessoas desalojadas e 6 alojamentos provisórios
  • Guarujá: 200 pessoas desabrigadas e acolhidas em 3 alojamentos provisórios
  • Bertioga: 80 pessoas desabrigadas e acolhidas em alojamento

Essa assistência visa atender às necessidades das famílias afetadas pelas chuvas e auxiliá-las na reconstrução e recuperação das áreas atingidas. A medida representa um esforço conjunto do governo federal e de organizações parceiras para minimizar os impactos das intempéries na região.