Governo inclui quantia adicional no programa Bolsa Família para crianças e gestantes

Novo benefício

A partir de hoje, famílias cadastradas no Bolsa Família começarão a receber um valor adicional de R$ 50 para cada criança entre 7 e 18 anos que estiverem na escala, mulheres grávidas e lactantes. Esse valor será somado ao benefício mínimo mensal de R$ 600. Com os acréscimos, o valor médio a ser recebido no programa será de R$ 705,40. Ao todo, mais de 21 milhões de famílias receberão a quantia total de R$ 14,97 bilhões em junho. O pagamento seguirá o Número de Identificação Social (NIS). Confira o calendário abaixo.

Condicionalidades

O Palácio do Planalto defende o Bolsa Família como um instrumento para a redução da pobreza, de combate à fome e de promoção da educação e da saúde. Por isso, o governo estabelece a volta de condicionantes para acesso aos pagamentos, como a exigência de frequência escolar para crianças e acompanhamento pré-Natal para gestantes, além da vacinação com todos os imunizantes previstos no Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde. O programa é voltado para famílias em vulnerabilidade econômica e social e foi lançado em 2003. Para participar, é preciso atender a critérios como ter renda per capita classificada como situação de pobreza ou de extrema pobreza e ter os dados atualizados no Cadastro Único, por exemplo.

Calendário Bolsa Família

Fonte: Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS)/Reprodução

Fonte: Correio Braziliense