Presidente da Câmara prevê votação da PEC ‘fura-teto’ até a próxima terça-feira

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), afirmou que a estimativa é que a votação da PEC ‘fura-teto’ aconteça até a próxima terça-feira, dia 20. Segundo ele, o texto será negociado entre líderes partidários e o relator, que será designado nesta quarta-feira, 14.

Durante coletiva após almoço com a Frente Parlamentar da Agropecuária, Lira destacou que a aprovação da PEC dependerá das negociações do relator com os partidos. Ele também negou a existência de um “toma lá, dá cá” por cargos no futuro governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e afirmou que a presidência da Câmara “nunca se pautou por cargo nenhum em governo nenhum”.

A expectativa é que o relator seja escolhido e integre o União Brasil. A votação da PEC deve começar na próxima semana, e se o texto for alterado, terá que voltar para análise dos senadores.

A PEC ‘fura-teto’ é vista com resistência por parte do Centrão, que afirma que o Senado não combinou o texto com a Câmara. A proposta, chamada de PEC da Transição pelos petistas e aliados de Lula, e de PEC ‘fura-teto’ ou PEC da Ganância por opositores ao novo governo, visa abrir espaço fiscal para garantir, entre outras coisas, a continuidade dos pagamentos mensais de R$ 600 do Auxílio Brasil, que voltará a ser chamado de Bolsa Família no terceiro governo de Lula.

O texto aprovado em dois turnos no Senado propõe a ampliação do teto de gastos em R$ 145 bilhões pelo prazo de dois anos, em 2023 e 2024.

Fonte: Jovem Pan